EXPO Rio Preto 2017

EXPO Rio Preto 2017: Lideranças do agronegócio nacional elogiam reposicionamento

São José do Rio Preto será a capital do agronegócio com a EXPO Rio Preto 2017, de 11 a 15 de outubro. Longe de ser uma presunção, a qualidade está diretamente relacionada ao desejo, compromisso e empenho do município em assumir seu protagonismo econômico na região Noroeste do Estado de São Paulo.
Após vácuo dois anos em sua realização, a Exposição Agroempresarial de Rio Preto chega à sua 55ª edição sob o mote “Tradição, Tecnologia e Negócios”, um marco no reposicionamento do evento como uma feira essencialmente técnica, voltada ao fomento de negócios do setor agro.
Para o presidente da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (FAESP), Fábio Meirelles, “com a proposta de mesclar novidades tecnológicas e geração de negócios, a EXPO Rio Preto 2017 vai consolidar a importância da região rio-pretense no agronegócio de São Paulo e do Brasil”. Para ele, a feira será vitrine do potencial produtivo do município e vai integrar ainda mais os produtores e empresários com os técnicos e profissionais de pesquisa locais.
Com tradição na exploração agrícola e criação de animais, Rio Preto é o centro da 8ª Região Administrativa do Estado, formada por 96 municípios e quase dois milhões de habitantes. A região está estrategicamente localizada próxima às fronteiras de Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná e a cidade polo tem importância central na movimentação econômica de toda a região.
“A exemplo de feiras como Agrishow e Fenasucro, na região de Ribeirão Preto, que convivem perfeitamente e atendem a necessidades distintas, a EXPO Rio Preto multiplica nossas potencialidades ao mostrar o desenvolvimento do agronegócio específico de sua região”, destaca a presidente-diretora da Abag-RP, Mônika Bargamaschi.
A organização acertou ao abrir mão do entretenimento para focar na força técnica e empresarial da região por três razões, enumera Bargamaschi: “pelos negócios que serão gerados entre representantes locais; pela troca de experiências e encontros, inclusive de política empresarial; e por criar oportunidades de mostrar à sociedade o que é o setor e sua importância na economia”.
Rio Preto ocupa a 51ª posição entre os municípios brasileiros e o 27º lugar entre as cidades do Sudeste na lista dos municípios com maior PIB do Brasil, mais de R$ 15,8 bilhões (IBGE, 2014). O setor de Serviços e da Indústria são as duas forças geradoras de riquezas, integrantes da cadeia produtiva do agronegócio.
A mudança de foco vem ao encontro das expectativas e necessidades do setor empresarial, cuja maior expressão de apoio está na ocupação da presidência da EXPO Rio Preto 2017 pelo empresário Paulo Sader, também presidente da Acirp – Associação Comercial de São José do Rio.
“Considerando a situação financeira do País e dos diversos setores empresariais, só existe um jeito inteligente de sair da crise, que é juntar o melhor que cada setor (público e privado) pode oferecer em prol de um objetivo. No caso da EXPO Rio Preto 2017, produzir riquezas e gerar renda em torno do agronegócio, propiciando um efeito sistêmico e positivo para toda região”, destaca Sader.
A 55ª EXPO Rio Preto 2017 tem o apoio da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial – ABDI.
SERVIÇO
11 a 15 de outubro, das 8h às 22h
No Recinto de Exposições ‘Alberto Bertelli Lucatto’
(rua Daniel Antônio de Freitas, 115, no Distrito Industrial, em São José do Rio Preto)
Entrada Franca