Catadores da ARES garantem separação de reciclados na Expo

Os catadores de reciclável da Associação Rio-pretense de Educação e Saúde – Ares – também está presente na 55ª edição da Exposição Agropecuária de Rio Preto. A coleta seletiva acontece ininterruptamente dentro do Recinto de Exposição “Alberto Bertelli Lucatto”, até o domingo (15/10), último dia do evento.

A coleta seletiva, de acordo com a assistente social, coordenadora da Ares, Heloisa Fernanda Comar, conta com 17 coletores em todo espaço da feira, das 7 às 4 horas da manhã. “Os catadores fazem a separação específica de latas, pet, papelão, papel e plásticos”, destaca Heloisa.

Já foram recolhidos em quatro dias de Exposição, 25 bolsões. O material é recolhido diariamente, e destinado ao depósito central da Ares, no jardim Sônia, para separação, prensagem e posterior comercialização.

A Ares conta hoje com 40 catadores. Foi fundada em 1981, por um grupo de cristãos sensibilizados pela extrema pobreza que se encontravam moradores de Rio Preto. Paralela a estas atividades a Ares contribuiu para a organização do movimento de mulheres de Rio Preto e região. Preocupada com a questão ambiental e com a saúde dos catadores de materiais recicláveis, a Ares foi pioneira na implantação do projeto de inclusão social e geração de renda por meio da coleta de materiais recicláveis no município.

As ações da Associação contam também com a parceria do Departamento de Educação da UNESP, que realiza pesquisa de visibilidade aos catadores, com a professora Luciana Nogueira Cruz.